DICAS DE SAÚDE

Câncer de Mama

Dicas de Saúde

Dados estatísticos atuais indicam que o número de casos de câncer de mama tem aumentado no mundo inteiro, atingindo, inclusive, mulheres mais jovens.
Apesar dessa constatação alarmante, é possível, através de alguns cuidados simples,
proteger-se das conseqüências dessa grave doença.

Fique atenta aos principais fatores de risco para o câncer de mama:
– Primeira menstruação (menarca) antes dos 12 anos;
– Menopausa (última menstruação) além dos 55 anos;
– Gravidez em idade além dos 30 anos;
– Presença de cistos na mama;
– Tratamento de reposição hormonal;
– História de câncer de mama em mãe, irmã ou filhas (antes da menopausa);
– História de câncer de mama em avós, tias ou primas;
– Uso abusivo de álcool (três ou mais doses por semana);
– Obesidade;
– Vida sedentária;
– Uso de pílulas anticoncepcionais por longos períodos;
– Ingestão excessiva de alimentos ricos em gorduras.

Auto-exame das mamas:
O auto-exame é uma das maiores armas da mulher contra o câncer de mama. Confira a seguir tudo sobre esse procedimento muito simples, mas decisivo, na luta contra essa doença.

Por que fazer o auto-exame?
Aproximadamente 95% dos casos de câncer de mama têm cura se detectados em estágio inicial.

Quando fazer o auto-exame?
A partir dos 20 anos, o auto-exame deve ser feito mensalmente.
O período ideal é entre o 7o e o 10o dias após o início da menstruação. Se você não menstrua mais ou se sua menstruação é muito irregular, escolha um dia do mês e faça o exame sempre nessa mesma data.

O que procurar:
– Alterações na forma das mamas e deformidades;
– Abaulamentos e retrações;
– Feridas, coceiras, manchas próximas aos mamilos;
– Caroços (mesmo que não doam);
– Secreção pelos mamilos (espontaneamente ou quando você apertá-los);
– Áreas endurecidas.

Se você encontrar qualquer das alterações citadas, procure um serviço médico o mais rapidamente possível. Caso o médico ache necessário, ele solicitará uma mamografia.

Como fazer o auto-exame?
Para tocar os seios, use apenas as pontas dos dedos, com a mão aberta. Todas as vezes em que você tocar a mama, faça um pequeno círculo com os dedos.

Antes do banho:
1) Coloque-se em frente ao espelho, com os braços apoiados nos quadris;
2) Inspecione os seios: verifique se há alterações no tamanho, na forma e no contorno de cada mama. Observe a pele (alterações de textura) e os mamilos;
3) Pressione as mãos contra os quadris (essa manobra movimenta o músculo do tórax). Observe e veja se houve alguma modificação na pele ou nos mamilos;
4) Comprima os mamilos gentilmente com os dedos polegar e indicador e veja se ocorre a saída de secreções;
5) Coloque os braços sobre a cabeça e inspecione os seios. Veja se há alterações na pele ou nos mamilos;
6) Force os cotovelos para fora (essa manobra movimenta o músculo do tórax). Mantenha os cotovelos para fora e note se houve alguma modificação na pele ou nos mamilos.

No banho:
1) Coloque o braço esquerdo sobre a cabeça;
2) Toque o seio esquerdo ensaboado com os dedos indicador, médio e anular da mão direita, apertando gentilmente, mas com firmeza, e fazendo pequenos círculos. Faça movimentos verticais, depois espirais e, finalmente, em quadrantes;
3) Examine as axilas;
4) Agora repita o mesmo procedimento com o seio direito. Com o tempo, você fará esse exame em poucos minutos.

Além do auto-exame, você também não pode deixar de fazer:
– Exame clínico das mamas: deve ser feito anualmente por um médico, que vai
verificar se existe algum problema;
– Mamografia: a partir dos 40 anos, é importante fazer esse exame anualmente.

Voltar para Home Ler outras dicas